Em dezembro do ano passado, mais da metade dos passageiros dos bancos traseiros dos veículos que circulavam nas rodovias sob concessão não utilizavam o cinto de segurança. Hoje, a parcela daqueles que não usa o equipamento na parte de trás do veículo diminuiu para pouco mais de um terço.

Autor: Artesp

Link notícia: http://estradas.com.br/uso-do-cinto-de-seguranca-no-banco-de-tras-aumentou-16-nas-rodovias-paulistas/